Tratamento cirúrgico da instabilidade aguda da sindesmose por via artroscópica e fixação percutânea

descrição de técnica cirúrgica

  • Marcelo Pires Prado
  • Danilo Ryuko Cândido Nishikawa
  • Guilherme Honda
  • Alberto Abussamra Moreira Mendes
  • Letícia B. Devito
Palavras-chave: Articulação do tornozelo/cirurgia, Procedimentos cirúrgicos operatórios/ métodos

Resumo

O tratamento cirúrgico da instabilidade aguda da sindesmose é, tradicionalmente, realizado com a redução aberta e visualização direta da articulação. Entretanto, a redução anatômica da sindesmose pode ser obtida por via artroscópica com incisões menores e menos agressão às partes moles adjacentes. O objetivo desse trabalho é descrever a técnica cirúrgica para o tratamento das instabilidades agudas da sindesmose, não associadas às fraturas da fíbula, por meio da redução anatômica sob visualização direta artroscópica e fixação percutânea com botão fixável.
Nível de Evidência: V, descrição de técnica cirúrgica.

Biografia do Autor

Marcelo Pires Prado

Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP, Brasil.

Danilo Ryuko Cândido Nishikawa

Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo, São Paulo, SP, Brasil.

Guilherme Honda

Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP, Brasil.

Alberto Abussamra Moreira Mendes

Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP, Brasil.

Letícia B. Devito

Faculdade Israelita de Ciências da Saúde Albert Einstein; Hospital Israelita Albert Einstein, São Paulo, SP, Brasil.

Publicado
20-12-2018
Como Citar
Prado, M. P., Nishikawa, D. R. C., Honda, G., Mendes, A. A. M., & Devito, L. B. (2018). Tratamento cirúrgico da instabilidade aguda da sindesmose por via artroscópica e fixação percutânea: descrição de técnica cirúrgica. Tobillo Y Pie, 10(2), 73-76. Recuperado de https://jfootankle.com/tobilloypie/article/view/1352
Seção
Artigo Original